terça-feira, 19 de agosto de 2014

DA SÉRIE OUVINDO OS CANDIDATOS: A VEZ DA DONA DILMA ROUSSEFF

 
Da série ouvindo os candidatos, vimos mais um momento bufo em que a candidata Dilma Rousseff, igual aos oradores que a antecederam, não disse lhufas, não respondeu às questões apresentadas com argumentos mínimos de convencimento.
 
Ficou mesmo a impressão de que foi treinada dentro da já conhecida técnica de adestramento das suas imediações para ocupar os 15 minutos regulamentares da Rede Globo com tergiversações e enchimento contínuo de linguiça, até que o tempo se esgotasse propositadamente.

Tratando da saúde, desandou a falar do Mais Médico, depois que o entrevistador deixou a bola quicando na marca do pênalti, dentro da maior obviedade argumentativa que vem repetindo de forma inconvincente. Apesar dos versos e prosa que destina aos médicos da Ilha, ela própria admite que os serviços de saúde continuam a dever no Brasil. 

Mas, como ela só frequenta o Sírio Libanês, não sabe certamente das filas nos hospitais desde as madrugadas; não sabe que faltam macas, esparadrapo, gaze, medicamentos mínimos, médicos, enfermeiros e meios administrativos para o funcionamento do setor.

Rica em autossuficiência sai pretensamente pela tangente quando se recusa a confrontar os comportamentos dos representantes do seu partido em relação aos condenados por corrupção explícita largamente comprovada. Prefere usar o bordão desgastado de que respeita as decisões da Corte Suprema. Isso se chama esvaziamento que, na mesma linha, ignora os escândalos de corrupção havidos na quase totalidade dos seus ministérios, com soluções que não passaram de rodízio de titulares.

No limiar dos 15 minutos, intentou discorrer sobre economia, inflação e desemprego, aludindo a pesquisas antecedentes, que, é claro, refere-se, no caso abordado, à etapa formação de estoques quando os gastos tendem a ser maiores. Mas, não logrou explicar por que gazeteou essa aula.

Um tempo tão precioso não deveria ser assim desperdiçado.

CONVITE MISSA DE 7º DIA DO EX GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS

  
A missa de sétimo dia do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) será nesta terça-feira (19), às 20h, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, que fica na Praça de Casa Forte, na Zona Norte do Recife. Eduardo foi uma das sete vítimas de um acidente aéreo na última quarta-feira (13), no litoral de São Paulo.

Foto: reprodução/internet
A missa será celebrada pelo padre Edvaldo Gomes, pároco da igreja que era frequentada pela família do ex-governador. O filho caçula dele, Miguel, foi batizado há um mês no mesmo local. A igreja tem capacidade de receber cerca de 400 fiéis.
A celebração em homenagem ao fotógrafo oficial da campanha de Eduardo à presidência, Alexandre Severo, será na Igreja Matriz do Espinheiro, também na Zona Norte da capital pernambucana, mas uma hora antes, às 19h.
O culto de sétimo dia do assessor de imprensa Carlos Percol será no mesmo horário, mas na Catedral da Reconciliação, localizada na Rua Alfredo Marcondes, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.


EM BRASÍLIA - DF

O Partido Socialista Brasileiro (PSB), ainda consternado com o falecimento de seu presidente nacional, agradece às manifestações de pesar e solidariedade recebidas, e convida seus militantes e a sociedade em geral para a Missa de Sétimo Dia que fará celebrar em intenção do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que será realizada na Catedral de Brasília, em 19/08/2014, às 12h15

MIGUELZINHO É UM ANJO - POR HENRIQUE BARBOSA

Um anjinho veio do céu no dia 28 de janeiro de 2014. Para a família certa e para o colo de uma mãe que já tinha quatro outros filhos. Mais um irmãozinho para alegrar, ensinar e fortalecer a família de Eduardo Henrique Accyoli Campos Neto. Para homenagear o avô, foi batizado com o nome de Miguel de Andrade Lima Campos. Perfeito. Foi recebido com toda a alegria de uma família feliz e unida.
E a síndrome de Down? Não importa, é a vida, veio de Deus que está sempre conosco.
A vida foi continuando e ele cercado de carinho foi crescendo. Sempre no colo da mãe Renata Campos e das brincadeiras do pai e dos irmãos. Eduardo Campos em Campanha para a presidência da República, mas que nunca prescindiu dos conselhos da sua jovem e tão única esposa, dona Renata tinha que ir à maioria dos eventos dos candidatos. E, Miguelzinho também, pois ainda está amamentando.
E assim sucedeu. Renata e Miguel acompanharam Eduardo Campos nas duas entrevistas, uma no Jornal Nacional, com Willian Bonner e Patrícia Poeta e, outra nos estúdios da Globo News, com Renata Loprete. Missão de campanha cumprida, o casal foi jantar com assessores mais próximos num restaurante que divide os bairros de Copacabana e Ipanema. Miguel está lá, no colo da mãe e brincando com o pai. Depois foram pro hotel e Marina avisou que iria viajar para São Paulo em avião de carreira, pois tinha gravações na capital Paulista. Todos os demais presentes no jantar iriam para Santos.
Neste intervalo entre a noite e a manhã, Miguel deu os seus primeiros sinais de anjo. Sempre juntinho a mãe, deve ter mostrado a sua inquietude em querer voltar para o Recife, ficar juntos dos irmãos. Enfim, algum sinal ele emitiu para que eles não entrassem naquele avião. E foi o que aconteceu. Miguelzinho, na sua pureza de sete meses, quis voltar com a mãe. Mas, não soube explicar para a mãe que o seu pai Eduardo Campos iria pro Céu encontrar o seu avô, Miguel Arraes de Alencar.
Foi ás 7h30 da manhã dá última quarta (13), o último cumprimento de Campos com  Renata. Ele se despediu da mulher, do filho, e embarcou em uma aeronave de modelo Cessna 560 XL, que decolou do aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio, exatamente, às 9h21 de quarta-feira, fazendo sua última viajem na terra.
Abaixo, um belíssimo texto do espírito Joana de Ângelis, psicografado pelo médium Divaldo Pereira Franco, no dia 28 de janeiro, em Salvador, Bahia. Ai duas coincidências: Miguel também nasceu no dia 28 de janeiro e Eduardo Campos foi ao encontro do avô no dia 13 de agosto.
Momentos Enriquecedores.”
“Se desejas ser feliz, vive, cada momento, de forma integral, reunindo as cotas de alegria, de esperança, de sonho, de bênção, num painel planificador. As ocorrências de dor são experiências para as de saúde e de paz. A felicidade não são coisas: é um estado interno, uma emoção. Abençoa os acidentes de percurso, que denominas como desdita, segue na direção das metas, e verás quantas concessões de felicidade pela frente, aguardando por ti.
Quem avança monte acima, pisa pedregulhos que ferem os pés, mas também flores miúdas e verdejante relva, que teimam em nascer ali colocando beleza no chão. Reúne essas florzinhas em um ramalhete, toma das pedras pequeninas fazendo colares, e descobrirás que, para a criatura ser feliz, basta amar e saber discernir, nas coisas e nos sucessos da marcha, a vontade de Deus e as necessidades para a evolução.”
É isso!
HB ( HENRIQUE BARBOSA)

PERNAMBUCO CRESCEU MAIS QUE O BRASIL NO GOVERNO DE EDUARDO CAMPOS

Média de crescimento de Pernambuco foi de 4,6% / Foto: JC Imagem
Milagre Pernambucano' e 'Revolução Industrial' foram algumas das expressões cunhadas pela imprensa para retratar o crescimento econômico de Pernambuco na virada da primeira para a segunda década do Século XXI, período em que Eduardo Campos governou o Estado. Entre 2007, quando concluiu seu primeiro ano no Palácio do Campo das Princesas, e 2012, a média de crescimento estadual foi de 4,6% contra média de 3,6% do Brasil. 

Mesmo no ano passado, quando a economia nacional praticamente estagnou, Pernambuco manteve-se à frente: 2,3% x 0,9%. A receita adotada pelo então governador misturou investimentos públicos e privados, incentivos fiscais, endividamento e mais gastos com pessoal. A conjuntura política do PT também deu bastante impulso ao Estado, que soube aproveitar o incentivo do consumo através dos programas de transferência de renda e incremento industrial, como a refinaria da Petrobras, a fábrica da Fiat, além das obras de transposição do Rio São Francisco e a ferrovia Transnordestina.

A arrecadação do Estado aumentou de R$ 9,3 bilhões em 2006, ano em que Eduardo venceu a eleição para governador, para R$ 25 bilhões em 2013. Os investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) chegou a R$ 2,2 bilhões em 2012. Até o ano passado, a Petrobas injetou R$ 24,8 bi em Pernambuco.

No setor privado, a maior bandeira é o Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros, conhecido como Porto de Suape. A área de 13,5 mil hectares é distribuída em zonas Portuária, Industrial, Administrativa e Servições. Entre 2007 e 2013 o complexo recebeu investimentos de R$ 2 bilhões. Foram criados 35 mil empregos diretos. São 105 empresas já operando e mais 45 em instalação. 

Durante uma palestra no início deste ano, o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Márcio Stefanni Monteiro Morais ressaltou os setores que o Governo Eduardo Campos imprimiu maior fôlego: indústria de bens de consumo, a petrolífera, a de desenvolvimento de tecnologia renovável, a automobilística e a de fármacos. "Serão esse setores que irão reindustrializar o Estado de Pernambuco", disse. 


Wladmir PaulinoDo NE10

CONVÊNIO PARA PROTEÇÃO DA FAUNA




Pode ser interpretado como sonho impossível, igual a muitos outros que foram repassados de público, ignorados a princípio, mas depois com o passar do tempo lentamente realizados para satisfação daqueles defensores dos avanços conquistados na administração pública através da necessária modernidade. Defende-se que a Secretaria Municipal da Agricultura e Meio-Ambiente estude e avalie a possibilidade de  fazer um acordo de cooperação com órgãos e instituições na área, de caráter público e ou privada.

Respeito a Biodiversidade
Assinaria convênio entre: Prefeitura de Triunfo, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA) e CPRH, com apoio da Companha Independente de Policiamento do Meio Ambiente ( Cipoma), visando assumir a tarefa temporária de receber, abrigar e encaminhar aos órgãos competentes animais silvestres que sejam ser doados por aqueles que os mantém em cativeiro e demonstram receio das penalidades atualmente aplicadas.

Existe quem tenha sob sua guarda, aves como: gaviões, papagaios, jandaias; macacos prego, saguís, serpentes, timbus, bicho-preguiça, tejo, jacaré, entre outras espécies e estão apreensivos por ser considerado crime o cativeiro dos mesmos, depois da publicação da Lei Federal Complementar 140/ 2011, determinando a proteção do Estado, se possível, em parceria com o Município, desses componentes da fauna.





Não se constitui crime quando o animal em cativeiro, for adquirido de criadouro ou comerciante registrado no IBAMA. E a sua reinserção no habitat natural exige o portador prestar informações sobre ele, nos pontos relativos a alimentação que  ingere e também a procedência discriminada onde convivia. Mas a entre pode ser voluntárias em brigadas ambientais como a que propõe-se instalar , caso exista  a necessária compreensão do Executivo local.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

COMUNICAMOS O FALECIMENTO DO SR. JOAQUIM SOARES NUNES ( QUINCAS BARBEIRO)



Os nossos informativos A VERDADE ESCRITA, JORNAL OPINIÃO E BLOG OPINIÃO, comunicam o falecimento do nosso estimado conterrâneo Sr.Joaquim Soares Nunes (Quincas Barbeiro), aos 84 anos, residente a Av.Sigismundo Pinto, Bairro Guanabara, ocorrido hoje a tarde em Triunfo. Seu Quincas, é casado com Dona Joselita Vasconcelos e pai de Roberto (Beto's Bar), Ronaldo, Robério e Robéria Vasconcelos Nunes.

O enterro será amanhã (19/08), às 10h, no Cemitério Municipal Parque da Saudade Luiz Maia.

Neste momento de dor provocado pela  lamentável partida  que invade à família enlutada, parentes e amigos,resta-nos pedir a  Deus que  na sua infinita bondade, restitua a sua alma na outra vida  e permita que descanse em paz. 

Na oportunidade, prestamos nossas  condolências e solidariedade aos familiares,que Deus conforte a todos.

Carlos Ferraz
Triunfo PE

CONTROLE NA CIRCULAÇÃO URBANA DE VEÍCULOS


Há bastante tempo é do conhecimento de todos que Triunfo é um dos recantos mais belos da Região, do Estado e do País, e um dos principais destinos turísticos do Interior, mas está padecendo devido os problemas atribuídos ao crescimento urbano sem controle das administrações públicas habituadas a utilizarem as obras de improviso, não por falta de cobranças à Prefeitura Municipal relativas a providências nesse sentido solicitadas pelos moradores e visitantes.

A gestão precisa acordar para a importância da manutenção de condições mínimas de ocupação e movimentação na parte mais significativa e nobre do território triunfense antes que seja tarde demais, porque a degradação promovida pelo questionado Pátio de Eventos, além do aumento na calçada da orla e instalação do Monumento do Avião, todos prejudicando com avanços de ocupação ilegal e afetando a imagem idealizada de cartão-postal e a mobilidade.








Acontece que a cidade considerada Estância Balneária "Oásis do Sertão", "Estação Climática", admirada por brasileiros e estrangeiros não está imune à ameaça do caos o que efetivamente pode transformar-se nos finais de semana, feriados, períodos festivos tradicionais: Carnaval, Semana Santa, Caravana da Saudade, Exposição de Carros Antigos, São João, Festa dos Estudantes, Festival de Cinema, Semana do Folclore, Motofest, Natal e Ano Novo.

Caso tivessem os pseudo-gestores o mínimo de: comprometimento político, visão administrativa e sentimento nativista, começaria a testar um plano nas ocasiões de visitações prolongadas visando restringir o trânsito de veículos de transportes de passageiros, somente autorizando a circulação de ônibus, vans, caminhões, carretas e caçambas, cadastradas devidamente pelo município, garantindo assim melhor fluxo e mobilidade neste balneário sertanejo.


Tem  sentido portanto o empenho de várias pessoas em defesa da construção do Terminal Rodoviário, na PE-365, ao lado posterior da agência do Detran-PE (terreno pertencente  antes ao espólio do saudoso Manoel Gastão e agora na posse do médico serratalhadense José Barbosa), porque possibilitaria naquele satisfatório espaço o estacionamento controlado desses veículos sob pagamento de estipulada taxa, disponibilizando à disposição automóveis de aluguel.

Essa medida daria maior sustentabilidade e manteria o status turístico que Triunfo detém pela infraestrutura. Não deve continuar na desorganização generalizada que começa pelo trânsito (apesar do constatado empenho da reduzida guarda-municipal). A resposta da população e o apoio do trade turístico relacionado a ações que minimizem a desordem, devem incentivar o executivo municipal a continuar procurando o caminho da recuperação do tempo perdido pela omissão do próprio poder público ao longo dos anos.

TRIUNFO PRECISA AMPLIAR OS SEUS CENÁRIOS


Costuma-se ouvir com relativa  frequência de quem chega  para visitar a famosa Cidade de Triunfo,  e a princípio se deleita com a maravilhosa visão proporcionada pelo cartão-postal conjunto, envolvendo ao mesmo tempo, o Lago João Barbosa,  Convento São Boaventura, Cine Theatro Guarany e Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores , o Centro de Turismo e Lazer do Sesc e a vegetação verde ao entorno, não dá para acreditar que está no lugar mais alto do Sertão de Pernambuco e o segundo do Nordeste.




O impacto satisfatório maior seria, caso os gestores municipais tivessem a  devida visão administrativa e o sentimento nativista capaz de terem incrementado o valioso ponto panorâmico com a instalação do sugerido Parque de Esculturas a poucos metros do lajedo de D. Lídia Feitosa ( por trás da residência do senhor Francisco Félix de Oliveira, "Chico Leite") e o Monumento do Avião da FAB enriquecendo o horizonte na linha mais a frente (próximo à Pousada Panorâmica, do senhor Murilo Simões, "Murilo de Bené")..Mas as ideias não foram levadas em consideração e tratadas com desdém .



Seria sem sombra de dúvidas ,de muita importância a realização dessas pequenas intervenções,- além de um "píer" ( espécie de passagem de madeira com proteção lateral sem continuação) que poderia ser construída  sobre a água na esquina da Sociedade Triunfense de Cultura , STC na sequência da Avenida José Veríssimo dos Santos, Bairro Guanabara) até metade daquele espaço com postes artesanais na extensão, sendo incorporado na paisagem a constituir-se de suma importância para a nossa cultura e para o turismo, na esteira do fluxo das visitações.





Deve-se  acreditar no resgate e ampliação da nossa imagem charmosa e acolhedora através de ações permanentes de manutenção e melhoria, com várias obras sendo introduzidas. Não se pode mais uma vez ser o belo recanto ser tomado como suficiente, deixando o açude relegado a novo período de abandono porque vem passando sem limpeza e iluminação insuficiente. Sem esquecer a estrutura metálica a postar acima do guarda-corpo da Ponte Manoel Gastão, no estilo parecido com a Ponte da Boa Vista, em Recife,

PRECISA DE MAIS VERDE NA CIDADE













Acredita-se que é um desafio preservar e aumentar a área verde no mesmo ou superior ritmo do aumento habitacional e respectivamente populacional. Por isso depois de minucioso levantamento feito pela equipe do Blog Opinião, encontrou-se significativa diferença na cobertura natural do entorno da cidade turística considerada "Oásis do Sertão", comprovada importante "Estação Climática" e "Estância Balneária" do Estado de Pernambuco.

Aguarda-se portanto o quanto antes, o anúncio pela Prefeitura de Triunfo, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, de um programa municipal de arborização, prevendo o plantio de pelo menos 10 mil mudas até 2015. Seria uma alentadora notícia, sem dúvida, levando em consideração as perdas de vegetação ocasionadas pela causticante seca que perdurou mais de três temporadas,constituindo-se a maior dos últimos cinquenta anos, provocando grande sofrimento na população.



Existe na área urbana central,  intensa poda justificada e considerada prioridade devido a existente de rede elétrica pertencente às empresas de energia ( Celpe) e telefonia ( Oi), provocando verdadeiros desmatamentos urbanos. Infelizmente as administrações municipais não correm atrás de estudos e planos de arborização, vivem levando o caso na  base da embromação, tratando do assunto com promessas de melhorias  apenas na Semana do Meio-Ambiente, no plantio de poucas unidades de árvores.
  



Precisam entender que o plantio de mudas no espaço disponível  é fundamental para iniciar a cultura de valorização do verde no ambiente. Ninguém tem que ser ambientalista para perceber a importância da presença da natureza nos seus espaços residenciais, comerciais e educacionais, principalmente depois do desordenado crescimento habitacional e, a gestão executiva sabe que deve incentivar os moradores e toda comunidade no cuidado relativo àquelas plantas instaladas nas calçadas. Um trabalho de conscientização deve ser feito nesse sentido, é uma tendência mundial.

EDITOR CARLOS FERRAZ LAMENTA COM MUITO PESAR A MORTE DE EDUARDO CAMPOS


A surpreendente notícia da prematura morte acidental do ex-governador Eduardo Campos, candidato a Presidência da República, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) deixou-me bastante chocado pela proximidade que tivemos ao longo dos anos na militância política do PMDB-Jovem e depois nos governos do avô Miguel Arraes, que participei ativamente conseguindo vários investimentos para o Município de Triunfo , que até o presente estão servindo às comunidades urbanas e rurais.

Tive a oportunidade de com muita satisfação ser junto a outros companheiros do PMDB-Jovem, liderados pelo vocacionado e saudoso Eduardo Campos, ex-assessor, ex-deputado estadual, ex-deputado federal, ex-secretário de Estado, ex- Ministro, ex-governador de Pernambuco e ex-candidato a Presidência da República, participar dos movimentos progressistas em favor da sociedade. Naquela época nosso encontros eram realizados na sede do Partido, na Rua Feliciano Gomes, Derby, Recife. E depois a farra acontecia no" Bar das Graças" Rua Guilherme Pinto, Graças. São muitas recordações que aumenta o sentimento de tristeza provocada pela terrível notícia do acidente fatal.

Houve um ligeiro período de afastamento depois da sua travessia para o novo partido, mas sempre que nos encontrávamos era possível uma rápida conversa recordando o passado duro de combate ao regime ditatorial por nossa equipe idealista de vanguarda. Inclusive tiramos foto juntos quando da sua passagem pelo vizinho município de Santa Cruz da Baixa Verde no término de um ligeiro bate-papo, pois estava de encontro marcado na cidade de São José do Belmonte.

Nossa última conversa deu-se no comitê do candidato a prefeito de Recife, Geraldo Júlio (PSB) que saiu vitorioso em 2012, localizado na Avenida Visconde de Albuquerque, Bairro da Madalena, onde fica o meu apartamento, ocasião em que trocamos gargalhadas ao lado dos deputados Gonzaga Patriota, Ângelo Ferreira e Waldemar Borges.Portanto, ainda está difícil acreditar ser o fato uma realidade. Entre as boas recordações, as muitas viagens por municípios pernambucanos nas campanhas desde a campanha do senador Marcos Freire a governador em 1982, depois de Dr. Arraes em 1986 e do mesmo para deputado. Apoiamos aqui em Triunfo Eduardo Campos ( federal) e Djalma Paes( estadual), obtendo significativa votação.

Outro fato que marcou o seu espírito público e reconhecimento dos antigos companheiros, foi quando estava reunido certa vez nas proximidades da bilheteria do Centro de Convenções, Olinda-PE, antes do show da cantora Gal Costa - com a equipe de fiscalização da Decom a qual coordenava - o mesmo ao entrar no espaço e avistar-me, deixou a esposa Renata Campos ( filha do ex-secretário de saúde Ciro Andrade Lima) e dirigiu-se gentilmente para cumprimentar-me. Sua partida deixará um vácuo na política de Pernambuco e do Brasil. Estou muito triste...

Carlos Ferraz
Triunfo - PE


NOSSOS LEITORES PELO MUNDO!